Adaptação da Metodologia LIFE para Europa

3 março 2020

Foi iniciado o trabalho técnico de adaptação da Metodologia LIFE para a Europa. Este trabalho está sendo realizado em conjunto com a Ecoacsa – Reserva de la Biodiversidad, os representantes do Instituto LIFE na Europa.

A Metodologia LIFE integra negócios e biodiversidade e pode ser aplicada a organizações de qualquer porte ou setor da economia. Ela é adaptável a qualquer país ou região, pois leva em conta as especifidades locais e regionais no cálculo dos impactos (negativos e positivos).

Os impactos positivos se referem às ações de conservação realizadas pelas organizações e precisam considerar, além das prioridades internacionais, as prioridades de conservação dos países em questão.

Os impactos negativos dizem respeito à pressão à biodiversidade causado pelas atividades das organizações, e são medidos em termos de uso de recursos (consumo de água e energia, geração de resíduos,  emissão de gases de efeito estufa e ocupação de área). Da mesma forma, eles consideram no cálculo as especificidades locais, como por exemplo, a disponibilidade hídrica.

Esse trabalho será realizado nos próximos meses e os pilotos em empresas europeias estão sendo planejados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *