Desenvolvimento de Padrão Internacional para a Gestão Sustentável do Território

23 agosto 2019

Já estão em andamento as atividades técnicas do projeto de Desenvolvimento de Padrão Internacional para a Gestão Sustentável do Território, fruto do convênio firmado entre a Itaipu Binacional, Instituto Life e Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI).

No âmbito deste convênio, cada uma das instituições contribuirá com sua expertise. Como organismo normalizador, o Instituto Life é o responsável pela elaboração do Padrão e do seu Sistema de Gestão. Com a avaliação piloto do Padrão no Território, a Itaipu Binacional fará um diagnóstico da sua atuação regional. Desta forma, será possível fortalecer as parcerias já existentes tanto na margem brasileira, quanto na paraguaia. A FPTI será responsável pelo desenvolvimento do software e pode se tornar um Centro de Referência regional para aplicação do futuro Padrão.

Nos dias 07 e 08 de agosto, aconteceu o 1° Workshop do projeto no Centro de Treinamentos da FPTI, que contou com 36 participantes.  Para o desenvolvimento técnico do Padrão,  foram constituídos Grupos de Trabalho interdisciplinares e interinstitucionais. Coordenados pelo Instituto Life, os grupos são compostos pelos quatro líderes temáticos (ambiental, econômico, social e cultural) e por especialistas com formações profissionais diversificadas.

“Além disso, os Grupos de Trabalho poderão contar com o apoio de uma Rede Internacional de Gestão Sustentável do Território que está sendo formada, envolvendo instituições e profissionais de renome, integrantes de empresas, da academia e da sociedade civil”, destaca a Gerente Técnica do Instituto Life, Regiane Borsato, uma das idealizadoras do projeto.

Na abertura do evento, Ariel Scheffer, Superintendente de Gestão Ambiental da Itaipu, transmitiu todo seu entusiasmo e destacou a importância deste projeto e o quanto ele pode agregar à Itaipu Binacional. “É muito importante a integração que este projeto traz”, menciona Marlene Costa Souza Carvalho, gestora do projeto dentro da Itaipu Brasil. “Essa é uma das primeiras vezes em que a Itaipu Paraguai e Brasil vão trabalhar juntas desde o início nesse tipo de iniciativa”, complementa Ibis Marta Martinez Sanches, gestora do projeto na Itaipu Paraguai.

Durante o evento, os participantes se familiarizaram com os objetivos e atividades do projeto, discutiram os objetivos e a estrutura do Padrão e elaboraram a versão preliminar das premissas e dos eixos temáticos. “A definição das premissas é uma etapa muito importante, pois serão elas que irão nortear todo o desenvolvimento do Padrão”, menciona Karen Barbosa, Coordenadora Técnica do Instituto Life e do projeto.

Os Grupos de Trabalho têm a missão de assegurar que o Padrão tenha uma base técnica sólida e, ao mesmo tempo, uma abordagem prática. O Padrão deve atender parâmetros e processos consolidados internacionalmente. Ele estará embasado em princípios de sustentabilidade territorial, que irão buscar a manutenção dos serviços da natureza e seus benefícios em todos os setores da sociedade.

No dia 23 de agosto, os líderes temáticos se reuniram na sede do Instituto Life, em Curitiba, para a análise dos resultados do workshop realizado em Foz do Iguaçu. Nesta reunião, foram avaliadas as propostas das Premissas, que surgiram como resultado do Workshop.  “A avaliação das Premissas é fundamental pois elas já trazem os principais conceitos que serão utilizados para a definição futura dos critérios e indicadores relacionados ao modelo de desenvolvimento desejado para um dado território”, menciona Regiane,  “elas devem refletir os valores de desenvolvimento territorial sustentável desejados e que possam ser replicados em qualquer território do globo”, enfatiza.

Ainda este ano, serão realizadas mais duas reuniões de preparação dos textos preliminares com os líderes temáticos e dois workshops com os Grupos de Trabalho para discussão e validação das propostas apresentadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *